Seguidores do Blog Oficial da .:Rádio Power Strike:.

: : O MAIOR BLOG DE WEB RÁDIO LGBT DO BRASIL : :

.:2009 - 2012:.

Rádio Power Strike - A Inovação da Música!

O NOSSO BLOG OFICIAL MUDOU DE ENDEREÇO, ACESSE O NOSSO PORTAL:

www.radiopowerstrike.com

Atenção!

Ao Publicar Matéria Nossa Indicar a Fonte: Rádio Power Strike

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Filmes gays raros e obscuros chegam pela primeira vez ao Brasil

A Cult Classic, produtora especializada em lançar no mercado de DVDs filmes raros e - como o nome diz - clássicos, com aura de cult, já vem fazendo um excelente resgate de obras cinematográficas nunca antes vistas por aqui. Este mês, o diferencial é o lançamento de pelo menos três filmes de temática gay.

O mais famoso e obrigatório é o mega-underground "Pink Narcissus" (foto). Rodado em 1971 pelo fotógrafo norte-americano James Bidgood, trata-se de um delírio estético absolutamente kitsch e ultragay.

Através da história de um michê e seus sonhos delirantes, o filme vai estampando episódios oníricos e imageticamente impressionantes. Com cenas eróticas e um visual que beira o pornô vintage da época, o filme é uma festa visual - e sem diálogos. Enfim, um ítem de colecionador que até hoje só foi exibido no Brasil em poucas projeções em festivais e mostras.

Ainda mais obscuro é "A Consequência". Rodado na Alemanha em 1977 pelo diretor Wolfgang Petersen - que depois faria o longa infanto-juvenil "A História sem Fim", de 1984 -, conta a história de um ator que é condenado à prisão por seduzir um jovem menor de idade. Na cadeia, ele se envolve com o filho do carcereiro. Começa um amor impossível.

Este é um dos primeiros filmes totalmente gays produzidos na Europa, já no fim dos anos 70. E impressiona pela ousadia do tema e de algumas imagens - o filme é rodado em preto-e-branco.

Por fim, "Taxi Zum Klo" é um longa também alemão, de 1981, que chuta o pau - ops - da barraca narrando a história de um professor de escola primária que de noite se joga na pegação gay marginal no submundo de Berlim.

A história parece uma versão masculina do filme americano "À Procura de Mr. Goodbar", de 1977, no qual Diane Keaton fazia uma professora de crianças que caía nas discotecas e bares caçando homens a torto e a direito.

"Taxi Zum Klo" é forte e ousado ainda hoje, com cenas quase explícitas e até fetiches como um golden shower. Detalhe: o diretor Frank Ripploh encarna o papel principal, deixando claro que o filme é autobiográfico.

Os dois filmes alemães também são inéditos no Brasil. Nunca foram lançados em VHS ou DVD e jamais foram exibidos em circuito de salas de cinema e muito menos na TV. Resultado: os três lançamentos são obrigatórios e imperdíveis.

Serviço:
Pink Narcissus (EUA, 1971) - 64 minutos
A Consequência (Die Konsequentz, Alemanha, 1977) - 90 minutos
Taxi Zum Klo (Alemanha, 1981) - 90 minutos
Preços: R$ 29,90 (cada)

1 comentários:

Anônimo disse...

SER GAY! QUANTO O SER HUMANO PARAR E PENSAR QUE SER GAY E UM DOS CAMINHOS MAIS DIFICIL, QUE O SER HUMANO PASSA ,PODERIA OLHAR O GAY COM MAIS TERNURA, O GAY E O ÚNICO SER QUE BUSCA O AMOR, MUITAS VEZES ACHA QUE ENCONTRA E NO FINAL ESTA SOZINHO, SOMOS ESQUECIDOS PELOS AMIGOS,SEJA VC ASSUMIDO OU NÃO GAY NÃO É OPÇÃO , E SIM UMA FORMA DE AMAR COMO UM TODO, NINGUÉM SE PREUCUPA QUANTOS GAYS MORREM POR VIOLÊNCIA, POR SAIR PELAS RUAS SOZINHOS, PROCURANDO APENAS SER AMADOS, POR QUE GAY DA AMOR,E MESMO ASSIM E ESQUECIDO PELA HUMANIDADE.
A SOCIEDADE JULGAM COMO SE FOSSEM LIXO,GAY QUER UM ABRAÇO SINCERO, UM ATO DE CARINHO. NÃO QUEREMOS SER ESPANCADOS E NEM ROTULADOS.O GAY E AQUELE QUE VEM AO MUNDO PARA APRECIAR O BELO. QUANDO VEMOS O EXAGERO NO MUNDO GAY E PORQUE ESTA PESSOA SOFREU MAIS QUE PODIA PELO MUNDO HETERO, E QUE MUITAS VEZES E O PRÓPRIO MUNDO HETERO QUE ESTIMULA UMA PESSOA A SER GAY. SER GAY NÃO E RUIM, OQUE CONSOME UM GAY E A FALTA DE COMPREENSÃO.PORQUE AS PESSOAS HETEROS TEM O DIREITO DE JULGAR O DESTINO DE UM GAY QUENO FINAL E TÃO SER HUMANO COMO OUTRO QUALQUER?

6 de abril de 2012 01:19

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...